Apoio Apoio Apoio

MATÉRIA TÉCNICA – O impacto da Engenharia Preventiva

12 julho 2023

A engenharia desempenha um papel crucial na prevenção de problemas estruturais em edifícios nas cidades brasileiras. A manutenção preventiva e o monitoramento contínuo são essenciais para garantir a segurança e a durabilidade das construções.

Principais Problemas Estruturais

Os problemas estruturais comuns incluem rachaduras, infiltrações, desgaste de fundações, e corrosão de elementos metálicos. No Brasil, a presença de umidade é um fator significativo, responsável por até 50% dos problemas estruturais. A infiltração de água pode causar desde mofo e bolor até comprometimento de componentes estruturais, como vigas e pilares​ (SELF Engenharia)​​ (Engenharia 360 – Engenharia para todos)​.

Técnicas de Prevenção e Monitoramento

    1. Impermeabilização: Fundamental para proteger as edificações contra a umidade. Impermeabilizantes rígidos e flexíveis são usados para criar barreiras que impedem a infiltração de água, preservando a integridade do concreto e outros materiais​ (SELF Engenharia)​.
    2. Monitoramento de Fissuras: Utiliza-se selos de gesso ou vidro e fissurômetros para medir e acompanhar a evolução das fissuras, ajudando a determinar se são ativas (em crescimento) ou inativas (estabilizadas). Este processo é essencial para identificar e tratar problemas antes que se agravem​ (ALG )​.
    3. Perícias Técnicas: As perícias envolvem inspeções detalhadas, incluindo ensaios laboratoriais, registros fotográficos, e análises de sistemas estruturais. São fundamentais para diagnosticar patologias e recomendar soluções adequadas. As perícias de rotina ajudam a identificar problemas emergentes que podem não ser visíveis a olho nu​ (Engenharia 360 – Engenharia para todos)​.

Exemplos de Problemas Estruturais

    • Recalques em Fundações: Movimentos verticais no solo podem causar desníveis e trincas, necessitando de monitoramento contínuo para evitar falhas graves na estrutura​ (ALG )​.
    • Descolamento de Revestimentos: Problemas com pastilhas e outros revestimentos externos são frequentemente causados por má qualidade dos materiais e falta de manutenção adequada​ (SELF Engenharia)​.

A adoção de práticas preventivas e o uso de tecnologias avançadas no monitoramento e manutenção de edificações são essenciais para garantir a segurança dos moradores e a longevidade dos edifícios. A conscientização sobre a importância da manutenção regular e a contratação de profissionais qualificados para a realização de inspeções e reparos são medidas que podem reduzir significativamente os riscos de problemas estruturais graves.

A engenharia preventiva é vital para a sustentabilidade e segurança das construções urbanas, exigindo um esforço contínuo de proprietários, síndicos e gestores públicos para manter as edificações em condições adequadas.

Por Fabricio Oliveira – MTB nº 57.421/SP